sábado, 7 de julho de 2012

AMOR HUMANO....GRANDE AMOR QUE ELE MOSTROU



AMOR HUMANO... GRANDE AMOR ELE MOSTROU






jTorquato

Tem um vizinho que odeio pela sua prepotência e arrogância, coloca o som alto, abre o trovejante portão as 3 da madrugada com um buzinaço, mas se alguém em festa põe um alto som, ele vem armado e gritando, todos o teme.

Mas meu colega ao lado, teclando cuidadosamente sua solicitação ao paciente que aguarda nervosamente o término da operação tartaruga para saber a data de sua consulta ao ortopedista, também desgosto, não “topei” com sua “cara” desde o dia que chequei a este departamento. O cara ó, tem um jeito que dá vontade de amassá-lo numa bola e jogá-lo no lixo, seu sorriso é odiento, sua calma fala é um tormento auditivo. Sinto até um cheiro de azedo vindo das dobras e bandas de seu ser.

Mas meu ex - cunhado é um cachaceiro, ladrão de pequenas bugigangas perigoso para os enfeites, CDs, Tênis, etc. numa visita a sua casa, adora músicas bregas antigas tipo Silvinho, Evaldo Braga, Noite Ilustrada. Toma vinho de garrafão de plástico (vinho !!??), jurubeba, conhaque de alcatrão e cachaça, a cerveja foi a última bebida a entrar em seu “cachaçárpio”. “Entrão”, sorridente, falastrão, faz-se conquistar pela servidão, está sempre postos a ser carpinteiro, pedreiro, ajudante de ordens, segurança pessoal. Mas ai de quem confiar sua segurança e seus bens, “tá ferrado” mesmo porque depois de ficares surrado pela turma adversária, roubado por ele que deu no pé antes da briga, não sem antes conferir seu relógio e seu tênis oportunamente sob a culpa de algum adversário. Você descobre: a) que ele provocou a briga e depois se mandou deixando você sozinho, b) ele estava na feira vendendo seu relógio e seu tênis, mesmo assim você termina o perdoando e o convidando para tomar uma na barraca da praia ali perto.

Notaram estes três exemplos? Nos primeiros não dou chances nenhuma, se cruzar meu caminho e eu puder “acabo” com eles. Porém o terceiro me fará de trouxa a vida inteira e sempre o perdoarei.

Aqui está um exemplo de tolerância dirigida. Lei magnética entre irmãos que vivem na residência comum, a terra, por tempo determinado, empréstimo, com todos os utensílios, ferramentas, equipamentos, à disposição e com o principal da liberdade e independência: o livre arbítrio.

Quando as religiões se propuseram a divulgar as palavras de Jesus Cristo, ficou sempre, para mim, um senão: Amai uns aos outros como vos amei. PÔ não sou Jesus, não tenho vocação de ser Santo, “amai vossos inimigos” Já é pedir demais a simples mortais, “dá a outra face” péra, isto é piada, brincadeira de mau gosto, ou decálogo de poderosos com medo da força da união dos pobres e ignorantes? Usando a humildade, a religião poderosa, mas com “calcanhar de Aquiles” na revolução dos enganados, faz uma lavagem cerebral aos humildes mantendo-os humildes e servidores sem ganâncias materiais a disputar este poder, sem ambição pela riqueza que só eles em mantos a ouro, igrejas a ouro, safadezas a ouro, até uma nação a ouro, mídia a ouro, podem desfrutar na breve passagem terrena.

Mas pera aí, quem falou isso? As palavras escondem verdades, as igrejas podem e usaram para suas materiais finalidades, mas estas palavras não são só simples palavras, tem profundidade que 20 séculos atrás era impossível calcular. Só um ser superior, com uma mente muito humana e divina poderia tê-la pronunciado. Se foi Cristo, então as palavras como sempre não são linearmente como se apresenta, uma manga é uma manga em vários sentidos, assim como era a corda e o camelo a passar no fundo de uma agulha, e depois ademais, houve um empurrãozinho em direção aos objetivos escusos dos poderosos. Porém a tememos a sério, Cristo falou em AMOR INCONDICIONAL.; impossível?

Vêde uma mãe de um criminoso cruel, a chorar desesperada e dizer que ele é um bom menino, só trilhou o caminho do mal. Talvez esteja certa, mas é seu AMOR INCONDICIONAL que já o perdoou, que o vê sob outra ótica, sabe o erro, sabe a gravidade, mas tem outro Ângulo de visão, o ângulo divino doado as mães desta Humanidade. Felizarda mulheres mães do mundo material e consumista, mundo egoísta em busca de conforto dizendo que isto é a busca da felicidade. Ele detém a centelha do AMOR INCONDICIONAL, o princípio da criação, o início da civilização que começa pelo coração não pela realização. ENTÃO JESUS DISSE UM DIA AMAI UNS AOS OUTROS ATÉ VOSSOS INIMIGOS, segue a trilha das mães deste mundo e compreenderás em termos simples que JESUS NÃO DISSE NADA IMPOSSIVEL PARA NÓS.

Amar ao próximo não é amar como se ama a namorada, a mulher, a mãe. Amar ao próximo é sempre ser tolerante, sempre tentar se colocar no lugar do acusado com a sua verdade e se perguntar honestamente se nas condições que ele cometeu o desatino, tu pelo menos não pensaria em fazer o mesmo, quando não, fazer até pior. É sempre dar crédito até prova em contrário, é passar por cima de sua repugnância inexplicável e tentar ser sociável com o “cara”. É se lembrar de que nesta morada atual ele compartilha dom mesmo ar terrestre e tudo mais que Deus colocou à disposição e que sendo assim além de companheiro de aventura da vida, ele é teu irmão de criação, da Criação Divina.

PERDOAI MEU DEUS, PERDOAI A TODOS NÓS QUE NÃO O COMPREENDEMOS, PERDOAI-NOS POS REALMENTE NÃO SABEMOS O QUE FAZEMOS, NEM O QUE SOMOS, MUITO MENOS O QUE PODEREMOS SER.


Um comentário:

  1. ESTÁ TB NO BLOG supertor4-fiosdebigodesbrasileiros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir